“Eu tenho um pouco de girassol”

Confesso que quando comecei a estudar a fundo sobre a vida do holandês Vincent Van Gogh, não achei que iria me surpreender tanto.
Com uma rapidez impressionante ao retratar os lindos girassóis de seu jardim, e com um olhar sereno sobre a energia e o brilho que os girassóis passavam, Van Gogh depositava sua dedicação nas nuances amareladas.
Ao analisar seus quadros, principalmente o “Doze girassóis em uma jarra – 1888” , notamos o quanto o tom amarelo é ressaltado e importante, mesmo que em mistura com outras cores.
Van Gogh era um apaixonado por girassóis, e apesar de toda as dificuldades nas quais passava, nunca deixou de transmitir serenidade e vida através de seus quadros.

“Assim como o girassol transforma seu olhar apaixonado pela luz do sol que a tudo dá vida (…), a Arte da Pintura, por inata inclinação, animada por um fogo sagrado, segue a beleza da Natureza. (Joost van der Vondel, poeta holandês no século XVII)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: