Sobre amadurecer

foto (4).JPG

Esses dias estive pensando em como mudei de uns anos pra cá. A idade, talvez? Pode ser, mas é incrível como a gente muda muito com o passar do tempo.
Eu nunca me considerei imatura, mas lógico que sempre temos uma coisa aqui, outra ali pra acertar, e ocasionalmente onde crescer, mesmo porque uma hora a vida acaba cobrando, e é inevitável não sentir o peso nas costas.
Eu me lembro que não pensava muito no futuro, curtia viver o presente, e hoje, já prefiro ter uma visão mais ampla, me preparar pra lá na frente, afinal, eu tenho sonhos, todos temos.

Quando você sente que amadureceu, é quando você para de ligar pra coisas supérfluas, aquela coisinha que um dia você se importou, hoje em dia passa batido, afinal, não vale a pena se estressar ou se importar com tão pouco, não é?

Um outro aspecto que noto diariamente também, é a minha paciência de hoje em dia, comparada com a paciência (ou ausência dela) de uns anos atrás.
Eu lembro que qualquer coisinha me irritava, hoje em dia eu sempre procuro respirar fundo e contar até 10 antes de simplesmente surtar. Afinal, agir assim não vai adiantar nada.

A gente sempre tem o que melhorar, ninguém nunca vai ser perfeito, ou até mesmo nascer totalmente maduro. Acredito que nós somos responsáveis por nossa maturidade, no dia a dia, com as pessoas. Maturidade se adquiri com o tempo, e não só na idade física, mas também na idade psicológica.

Anúncios

4 comentários sobre “Sobre amadurecer

  1. Nossa, Carla, eu me vi muito nesse teu post. Porém, hoje em dia, eu me considero imatura no passado. Responsável, talvez, mas bem imatura pra maioria das coisas. Eu não queria compromisso com nada, não levava as coisas do meu futuro ou carreira muito a sério e até pouco tempo eu era assim. Mas depois do meu último término, eu precisei olhar pra dentro de mim e ver tudo de errado e o que tinha acontecido, as coisas que eu ainda estava parada no tempo e não mudava. Então tudo ficou claro como a luz do sol e passei a ver as coisas de forma mais madura. Hoje estou num emprego que, não é o que eu gostaria, porém faço dele a minha melhor chance de no futuro trabalhar com o que quero. E eu aprendi a gostar do meu trabalho, por isso meus dias são bons, estressantes e cansativos, mas relativamente bons. Por causa deste curso estou tendo a oportunidade de voltar a cursar inglês, coisa que eu queria voltar a anos e não conseguia, consegui colocar meu aparelho dentário que também queria a anos e até academia tô fazendo. Já estou juntando uma graninha para comprar algumas coisas que estou precisando e, se tudo der certo, assim que eu começar a ganhar um pouquinho mais quero tentar começar a facul de PP que foi onde me encontrei e é o que quero seguir, o que amo. Então hoje vejo que todas as coisas que fiz, todas as mudanças pelas quais precisei passar nos últimos 2 anos me levaram a ser quem sou hoje, e eu sou orgulhosa do meu eu do presente. Ah, sempre que lembro de maturidade, me vem aquele meme na cabeça: “a gente percebe que amadureceu quando deixa de se importar com o que os outros pensam e falam e começa a se importar com as faturas que tem pra pagar.” kkkkk. E não é bem isso mesmo?

    Beijos,
    Blog Gaby Dahmer

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s